terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Despertar

Despertar

Liberte-se
Saia desta vida aborrecida
Cheia de feridas
Crie e recrie
A graça de ser
E se deixe viver
Vire amante da vida
Do mundo
Faça um sorriso
Abaixo a depressão
Viva a vida
Que você faz
Gotejada nos minutos
Das horas
E na aurora do tempo
Verás que
Somos apenas fragmentos
De homens
Filhos do silêncio
Que a ingratidão dos sentimentos
A graça de viver
Levou.

Roraima alves da costa

4 comentários:

мαясєllα Ϟ disse...

muito legal post =)
Bjos**
www.marcellagiroldo.com

Loolaa ' disse...

Muito legal a poesia (:

fbasaopaulo disse...

êta poesia boa de se ler.
http://complicadamentevivos.blogspot.com/

leyde disse...

mto bom... seu blog é show.