quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Como é que se diz eu te amo?



Tem gente que diz a torto e a direito. Toda hora. Pra todo mundo. Não dá pra saber de onde vem, mas vem, fácil assim. E tem gente que não diz nunca. Passa a vida esperando a pessoa certa, na hora certa, do jeito certo – o tal do dia especial. Dá pra perceber que fica entalado na garganta, mas não sai. Difícil assim. Dois extremos de uma decisão: falar ou não falar?

Vale lembrar que falar é diferente de sentir. Há quem sinta e não fale, e há quem fale sem nem saber se sente. Ou seja, tem de tudo (e sem garantias). Portanto o melhor mesmo, tanto para quem fala quanto para quem ouve, é primeiro sentir. É saber que amor não é só uma palavra que verbaliza um sentimento. Sim, amar é um verbo de ação e pede atitude e principalmente coerência entre o que se diz e o que se faz.

Não existe tempo certo ou errado, nem um jeito melhor ou pior. Cada um tem o seu e só é possível reconhecer esse momento quando se está conectado com o lado de dentro. O que conta de verdade é a espontaneidade e a coragem de falar o que está sentindo. Sem essa de fazer joguinhos. Essa coisa de “quem fala primeiro fica mais vulnerável” é bobagem. Usar a exposição de um sentimento tão nobre para medir poder sobre o outro é inaceitável. No final das contas viver sob regrinhas desse tipo só vai gerar sofrimento.

Quem ama quer ser amado, mas nem sempre isso vai acontecer. E quem diz também quer ouvir, só que nem sempre é assim. Pessoas são diferentes e não temos controle sobre o outro. Sendo assim, quanto mais verdadeiro você for num relacionamento, menos arrependimentos irá colecionar – e mais amadurecimento e mais consciência e mais segurança vai adquirir.

E se a sua dúvida é como dizer “eu te amo”, imagino que talvez ainda não seja a sua hora certa. Quando a gente sente e tem coragem de dizer o que sente, não fica em dúvida de como fazer isso. Simplesmente fala. Direto e reto! Porque falar é bom. Porque declarar amor faz muito bem. Lava a alma, ilumina o coração e dá aquela sensação de leveza. De vida vivida.

E se por acaso o outro não estiver pronto para retribuir, relaxe. Deixe fluir e não sinta que se precipitou. De que vale o amor se não for para ser mostrado? De que vale sua vida se for para viver feito ostra, fechada em si mesma e escondendo sua pérola? Abra-se e permita que a vida te transforme em uma joia rara e exclusiva que veio para brilhar e não para esconder o que tem de melhor!

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Quando ...



Quando vamos poder acordar de manhã sem ter medo de sair de casa.

Jes

Beijos

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Rotina



Tenho que aproveitar quando ideias vem a minha cabeça, por que se não fico um bom tempo sem elas e meus dias ficam sendo comuns demais, tenho curtir aqueles que são únicos. A rotina acaba comigo sou movida pelas coisas diferentes que fazemos ao longo da semana, do mês, do ano, da vida. A rotina é tediosa, chata, mas acabamos sendo reféns dela e fugir nem sempre é fácil ainda mais quando somos obrigados a permanecer, agora quando dá para fugir é maravilhoso, esquecemos os problemas, a rotina, tudo e vivemos o momento sem nem pensar em querer voltar, a vida é assim mesmo e é muito bom quando as pessoas sabem aproveitar, agora os que não sabem, infelizmente caem na rotina e nunca mais saem.

Beijos

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Do avesso



Minha cabeça anda de um jeito maluco. Estou me tornando uma pessoa chata, literalmente. Não posso vê uma coisa que já fico mau humorada, parece que minha vida está do avesso.
Não estou fazendo as coisas que mais gosto e nem vendo as pessoas que mais gosto, passei um mês num ritmo diferente do meu habitual, não sei mais o que fazer, quero voltar ao meu normal, quero sair, quero trabalhar, quero ler, quero estudar, quero rir, quero tantas coisas que nem sei mais o que eu to fazendo. Sinto falta de ver pessoas diariamente como isso se tivesse se tornado uma coisa rara. Uma hora isso tem que acabar, mas quando?
Até parece que não sou mais eu, e que o meu eu não existe mais, mas eu sei que ele existe ele ainda está dentro de mim, só esperando a hora certa de sair. E quando sair, vai sair melhor mais madura por causa das coisas que aprendeu, diferente em alguns pontos mas a mesma garota que todos conhecem.

Jes