quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Mobile - Avril Lavigne

Olá

Hoje eu trouxe uma música que eu gosto muito e ultimamente estou ouvindo muito.



Móbile Avril Lavigne 

Voltei novamente para casa
Isto é entediante, eles fazem as malas e partem novamente
Digo adeus a todos os meus amigos
Não sei dizer quando vou voltar
Agora é a hora
Eu me viro
Viro as costas para tudo
(Viro as costas para)
Tudo

[refrão]
Tudo está mudando
Quando eu me viro
Eu estou fora de controle
Eu sou um móbile
Tudo está mudando
Quando eu me viro
Eu estou fora de controle
Eu sou um móbile

Revejo essa vida
Me estico de volta à luz
Eu estou acordando para dizer que tentei
Em vez de acordar com outro Guia de TV
A hora é agora
Eu me viro
Voltei e andei neste chão louco
Oh

[refrão]
Tudo está mudando
Quando eu me viro
Eu estou fora de controle
Eu sou um móbile
Tudo está mudando
Fora do meu espaço
Em todos lugares que eu vou
Eu sou um móbile
Eu sou um móbile

Sim, pendurada no teto
Minha vida é um móbile
Girando com os sentimentos misturados
Loucos e selvagens
Às vezes eu quero gritar alto

Tudo está mudando
Em todos lugares que eu vou
Oh, fora do meu controle
Tudo está mudando
Em todos lugares que eu vou
Fora do que eu sei
Sim, sim, sim
Lá la la la la la
La la la
La la la la la la
La la la
La la la la la la
La la la
La la la la la la

[coro]
Tudo está mudando
Quando eu me viro
Eu estou fora de controle
Eu sou um móbile
Tudo está mudando
Fora do que eu sei
Em todos lugares que eu vou
Eu sou um móbile

Em todos lugares eu vou
Eu sou um móbile


Bjss

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Nunca te esqueci




O dia parece até que começou diferente, mesmo que eu nem tenha notado, mas percebi que esse dia eu nunca mais ia esquecer quando eu vi que meu celular começou a tocar e ver que era você, a quanto tempo eu espero essa ligação ouvir sua voz como sentia falta,os meses longe de você foram terríveis sem você, eu podia dizer pra mim mesma que não sentia sua falta, por que sentia raiva mas essa raiva passou e hoje estou aqui declarando o amor que tenho por ti, sei que existe uma situação que nos impede de mostrar a todos que estamos juntos novamente que eu te amo e que quero me casar com você, mas sei que isso é só questão de tempo para que essa barreira seja derrubada por que quando existe um amor verdadeiro não a nada que possa deter.

Texto inspirado na história de uma amiga minha.

Bjss

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Remediando os ciúmes



Já ouvi muitas pessoas dizerem que é inevitável sentir ciúmes da pessoa amada e até mesmo que os ciúmes chegam a ser um certo “tempero” para uma relação. Para estas pessoas, sentir ciúmes é um sinal de que o outro é realmente importante e querido. Podemos dizer, então, que, até certo ponto, os ciúmes podem ser um sinal de valorização, importância, carinho, amor. 

Mas o que acontece quando os ciúmes ultrapassam os limites e se tornam algo insuportável, que atrapalha a relação? Bem, aí eles deixam de ser o tal tempero e se tornam apenas um grande incômodo. Às vezes este incômodo é tão grande que relações chegam ao fim exatamente por causa dos ciúmes. Isso porque uma pessoa excessivamente ciumenta pode se tornar possessiva demais, querendo controlar o outro, agindo como um detetive em busca de indícios de que algo errado está acontecendo... Ninguém gostaria de estar ao lado de alguém assim, certo? 

Acontece, porém, que em muitos casos, apesar dos ciúmes, a relação ainda vale a pena, e terminar o relacionamento não é uma boa opção. Isso porque, mesmo sendo os ciúmes um grande incômodo, a relação tem muitas coisas boas, e tentar mantê-la parece ser a melhor solução. Como fazer, então, para continuar o relacionamento sem que os ciúmes atrapalhem demais? Como amenizar os ciúmes da outra pessoa? Será que é possível? 

Eu diria que é possível sim, mas somente até certo ponto. Todos nós temos limites, além do que não podemos forçar o outro a perceber as coisas como nós mesmos as percebemos. É aquela velha história: podemos ajudar os outros, desde que eles próprios queiram ser ajudados. Por este motivo, é possível você fazer a sua parte, desde que seu/sua companheiro(a) faça a dele(a) também! 

E qual seria exatamente a parte daquele que tem alguém ciumento ao seu lado? Bem, a primeira tarefa seria entender as razões pelas quais a outra pessoa tem ciúmes. Geralmente estas razões estão associadas a um sentimento principal: a insegurança. Uma pessoa que não se acha boa (ou atraente, bonita...) o suficiente, por exemplo, pode temer que a qualquer momento seu par possa trocá-la por outro alguém. É fundamental, então, assegurar esta pessoa de que você gosta dela, de que ela é uma pessoa interessante e que é com ela que você deseja ficar. 

Quando os ciúmes são exagerados, é muito comum que o(a) ciumento(a) "futuque" a vida do outro de todas as maneiras possíveis, com a certeza de que encontrará algo que justifique sua desconfiança. Fazendo isso, inevitavelmente serão encontrados elementos que serão interpretados como “provas do crime”: um telefonema para uma amiga, um comentário em uma rede social, uma ligação não atendida... Qualquer coisa inofensiva poderá ser percebida como um sinal de que algo está errado. 

Diante de tudo isso, é importante ser o mais transparente possível, pois assim mal entendidos poderão ser evitados. Diga aonde está, ligue se for demorar mais do que você imaginou, apresente-o(a) para os seus amigos (e amigas!), inclua-o nas conversas, e faça tudo o mais que puder deixar seu par mais tranquilo. Muita gente acaba escondendo coisas bobas do(a) parceiro(a) ciumento, visando evitar confusões. Isso acaba sendo pior, pois qualquer “rastro” encontrado gera uma desconfiança ainda maior, prejudicando o relacionamento. 

Finalmente, uma boa maneira de se evitar os ciúmes excessivos é através da conversa. Se você perceber que a outra pessoa está sentindo ciúmes, toque no assunto, pergunte o por que, deixe-a se expressar, dizer o que sente. Nestas ocasiões, reafirme seus sentimentos por ela e mostre como você não está interessado em mais ninguém. Deixe claro que não tem nada a esconder, e você conquistará, aos poucos, a confiança do seu amor ciumento.


Fonte

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Mais uma vez você



O tempo passa o dia já se foi a noite chega e nada de você, isso me tortura em alguns momentos por que quando eu estou ocupada você passa pelos meus pensamentos mas tenho que deixar de lado agora quando estou sem fazer nada é o dia todo ali, como se meu coração resolvesse escrever seu nome e ficar me mostrando o dia todo quero tanto matar essa saudade que eu tenho de você, ao mesmo tempo que eu tenho saudades eu tenho insegurança será que você não vai embora, será que você vai me deixar só o tempo vai me dizer isso, enquanto isso eu fico aqui esperando você me ligar.

Bjsss

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Estrela Pier - Kamila Denlescki


Lucia Píer Eli venceu um concurso para conhecer o astro hollywoodiano mais cobiçado pelas mulheres e pelos paparazzis, o ator inglês Richard Clevehouse.
Ela embarca na ânsia de viver em Londres dias inesquecíveis. Lúcia sabe que em breve terá que voltar para a sua vida em São Paulo. Mas nem tudo será como ela pensa...

Eu já tinha lido esse livro, mas eu esqueci de postar aqui resolvi ler de novo, o posso dizer um romance com aventura que vale a pena ler, Lucia diz que não gosta do Richard impressionante quando ela descobre o pior vem depois, resumindo melhor ler se não vão ficar só na curiosidade rsrs.


Bjsss

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Ir embora


Quem nunca sentiu isso, quantas vezes na vida bateu aquela vontade ir embora, lugares a gente nunca sabe pra onde ir, só sabe que quer ir embora sumir, esses momentos são quando temos muitos problemas ou muita pressão, e o melhor a se fazer nesse momento é parar para pensar ver se tudo vale a pena por que se esse esforço é em vão é melhor largar mesmo por que lá na frente quando você se arrepender vai ser tarde demais.

Bjss