quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Melhor amiga x namorado: em quem acreditar?



Seu relacionamento já não está mais aquela maravilha e começa a surgir uma série de dúvidas. Você se questiona se deve se separar, se há algo que possa fazer para "salvar" a relação ou chega a duvidar se seu parceiro (a) está sendo totalmente sincero (a) com você. Sem saber o que fazer, você recorre àquele melhor amigo (a) que sabe tudo sobre a sua vida, conhece bem seu relacionamento e seu par e sempre tem uma boa opinião para dar.

Só que ao invés dessa conversa ajudar, atrapalha. Isso porque seu amigo (a) te fala ou sugere coisas que são opostas ao que seu par te diz ou propõe. Enquanto sua amiga sugere, por exemplo, que você deve terminar a relação e ser feliz sozinha, seu namorado insiste que vocês devem lutar para manter a relação. Ou seu amigo insinua que sua namorada pode estar interessada em outra pessoa, enquanto ela jura que só tem olhos para você. E agora? O que fazer? Em quem acreditar, já que se trata de duas pessoas confiáveis?

Em primeiro lugar, é importante ter uma coisa em mente: ouvir opiniões e conselhos é sempre bom, especialmente quando são dados por pessoas queridas. Isso não significa que você necessariamente tenha que tomar uma atitude a partir do que ouviu. Em outras palavras, se sua amiga está te incentivando a terminar, você pode ouvir os argumentos dela, mas não precisa sair correndo e aceitar o conselho. O ideal é que você ouça os dois lados, mas que possa formar sua própria opinião. É importante parar e se questionar: "o que EU penso sobre isso?".

Quando o assunto é relacionamento, o pensar frequentemente se mistura com o sentir. É difícil sermos absolutamente racionais e, honestamente, não acho que somente a racionalidade seja algo desejável nas relações. Penso que os sentimentos são excelentes guias, que devem ser "ouvidos" tanto quanto o namorado ou o amigo. Se você quer acreditar que a relação pode continuar, mas sente que isso é improvável, é possível que seu sentimento esteja certo. Se, por outro lado, todo mundo acha que você deveria terminar, mas você sente vontade de continuar na relação, provavelmente o melhor a fazer é continuar. Preste atenção no que você está sentindo, às vezes nosso "faro" e as nossas intuições são mais coerentes do que os argumentos racionais.

Além de dar atenção aos seus sentimentos, é importante que você tome decisões que te deixem feliz. Seu principal compromisso é com sua felicidade e é a ela que você deve visar quando faz escolhas. Se você se sentir bem, não importa se outras pessoas condenam o caminho que você decidiu trilhar. Mesmo que conselhos e opiniões sejam bem vindos, lembre-se de que a vida é sua e de mais ninguém.

Finalmente, um último "lembrete": praticamente tudo nesta vida é passível de mudanças. É comum pensarmos que, se escolhermos determinado caminho, este será "para sempre", mesmo que depois fiquemos infelizes com nossas escolhas. Definitivamente não é assim. Se você decidir continuar o relacionamento e depois pensar que o melhor seria terminar, você tem essa opção. Do mesmo modo, se preferir terminar e depois achar que não foi a melhor decisão, poderá voltar atrás e procurar o ex (é claro que, nesse caso, você depende do outro aceitar voltar). Portanto, nada é tão definitivo assim e por esta razão você deve avaliar, refletir e ouvir opiniões. Só não deixe de acreditar que você terá outras chances no futuro para novas escolhas, caso este seja seu desejo.


Fonte

Bjss

5 comentários:

Amanda Cristina disse...

Oi Jess! Adorei o texto! É sempre uma relação bem complicada essa de ouvir o melhor amigo, ou o parceiro. Mas é a pura verdade: devemos seguir aquilo que nosso coração diz, aquilo que nós queremos, sem importar muito com a opinião alheia!
Outro fato que é bem presente também, é aquilo dos amigos se distanciarem, por estarem namorando. Acho suuuuper chato! Hahaha Mas enfim, aí vemos que são as verdadeiras amizades, né?!

Beijinhos! ♥ www.primeiro-livro.com

Thiane farias disse...

super complicado mais é a verdade!bjsssssssssss sumidinha kkk .

Samyle S. disse...

Tocou num assunto complicado, mas gostei dos seus argumentos... dá no que pensar.

llegar a quince disse...

É realmente uma situação muito complicada, díficil optar em quem acreditar. Depende da situação, e etc.
Tô seguindo aqui viu? Tem post novo no laq, passa lá, beijoss :*
@angelicapmota
llegaraquince.blogspot.com.br

Harumi Holanda disse...

Olá!!
que legal seu blog,adoreeei!! (L)
Beeijos ;*
http://www.harumiholanda.blogspot.com.br/